O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

DESTAQUES SEMANAIS

Tempo do Discipulado e da Missão – Ano A - Domingo do Tesouro

25/07/2020

17º Domingo do Tempo do Discipulado e da Missão – A:

Domingo do Tesouro

 

1Rs 3,5.7-12 – Mt 13,44-52

Aqueles e aquelas, que hoje nos encontramos em torno da Mesa do Senhor, somos gente que descobriu o tesouro, a pérola preciosa?...

Somos gente que está investindo tudo, toda a sua vida, todas as suas energias numa opção total por Jesus e seu Reino?...

É este o sentido que estamos dando a nossa vida?... É esta opção fundamental que inspira cada uma de nossas atitudes, gestos e iniciativas, na vida de família, no ambiente de trabalho, no exercício cotidiano da cidadania, em toda a nossa convivência, onde quer que estejamos?...

É com esta avidez que escutamos hoje sua Palavra e comemos da sua Ceia?...

Dependendo dessa nossa busca, dessa escolha cotidiana, um dia seremos seus escolhidos para sempre.

 E o nosso canto expressa e reforça essa nossa opção e sustenta essa esperança.

 

Pelo tanto de louvores e adorações, de missas e de terços, de promessas e romarias, era de se esperar que no “maior país católico do mundo”, a presença, o testemunho, a ação de cristãos e cristãs de tradição católica, tivessem tornado e mantivessem esse país num patamar de igualdade, justiça, dignidade e paz, que pudesse servir de referência para o mundo... O que foi feito, o que está sendo feito de 520 anos de implantação e vivência da Fé Cristã, nesta “Terra de Santa Cruz”?... Será que em vez da “pérola preciosa” do Reino, temos corrido atrás de outros interesses e valores, e nos enganamos a nós mesmos, a nós mesmas, com tanta reza e devoção?... A queixa registrada por Isaías e retomada por Jesus parece que continua valendo:

“Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim. É inútil o culto que me prestam, pois a doutrina que ensinam são mandamentos humanos”

(Mt 15,8; cf Is 29,13).

 

 

(3) Aclamação: ALELUIA

               (HIN III A, p. 171)

 

aleluia! aleluia! aleluia! aleluia! (bis)

Eu te louvo, ó Pai santo,

Rei do céu, Senhor da terra!

aleluia! aleluia! aleluia! aleluia!

Os mistérios do teu Reino,

Aos pequenos, Pai, revelas!

aleluia! aleluia! aleluia! aleluia!

 

 (4) Ofertório: SENHOR, MEU DEUS!

(HIN III A, p. 297)

 

Senhor, meu Deus, obrigado, Senhor,

porque tudo é teu!

 

1.É teu o pão que oferecemos,

   É tua a vida que vivemos,

   Obrigado, Senhor!

 

2.É teu o vinho que ofertamos,

   E a alegria que cantamos,

   Obrigado, Senhor!

 

3.A tua vida é nossa vida,

   Em tua casa recebida,

   Obrigado, Senhor!

 

4.Por teu amor crucificados,

   Seremos teus ressuscitados,

   Obrigado, Senhor!

 

(5) Comunhão: Salmo 119 + Mt 13,23

                    (HIN III A, p. 173)

 

quando os tempos chegarem ao fim,

enviados, os anjos virão

/:separar os que mal procederam

dos que bons declarados serão!:/

 

1.Feliz quem anda com a verdade,

   Na Lei de Deus, com integridade!

   - Feliz quem guarda seu Mandamento

     No coração, no pensamento!

 

2.Quem a maldade sabe evitar

   A estrada certa vai encontrar!

     - Senhor, tu deste os teus mandados

       Para que sejam sempre guardados!

 

3.Ah! quem me dera que em meu andar

   Teus mandamentos possa eu guardar!

- Se os mandamentos obedecer

     Não vai o mal me acontecer!

 

4.Quando tuas leis eu aprender,

   Vou te louvar e agradecer!

   - Eu vou guardar teu Mandamento

     Mas não me deixes no esquecimento!

 

 

(1) Abertura: Salmo 33 + Sl 48,10-11

(HIN III A, p. 170)

 

no meio de tua casa,

recebemos, ó Deus, a tua graça!

sem fim, nossa louvação,

pois a justiça está toda em tuas mãos!

 

1.Alegrai-vos no Senhor!

   Quem é bom venha louvar,

   Peguem logo o violão

   E o pandeiro pra tocar,

   Para Ele um canto novo

   Vamos, gente, improvisar!

 

2.Ele cumpre o que promete,

   Podem n’Ele confiar!

   Ele ama o que é direito

   E Ele sabe bem julgar;

   Sua Palavra fez o céu,

   Fez a terra e fez o mar!

 

3.Ele fez do mar um açude

   E governa os oceanos;

   Toda terra a Ele teme,

   Mesmo os corações humanos;

   Tudo aquilo que Ele diz

   Não nos causa desenganos.

 

4.Põe abaixo os planos todos

   Desses povos poderosos

   E derruba os pensamentos

   Dos malvados orgulhosos,

   Mas os planos que Ele faz

   Vão sair vitoriosos!

 

(2) Salmo de resposta:     Salmo 119

                                           (HIN III A, p. 171)

como eu amor, senhor,

a vossa lei vossa palavra!

 

1.É esta parte que escolhi por minha herança:

Observar vossas palavras, ó Senhor!

A Lei de vossa boca, para mim,

Vale mais do que milhões em ouro e prata!

 

2.Vosso amor seja m consolo para mim,

Conforme ao vosso servo prometestes,

Venha a mim o vosso amor, e viverei,

Porque tenho em vossa Lei o meu prazer!

 

3.Por isso amo os mandamentos que nos destes,

Mais que o ouro, muito mais que o ouro fino!

Por isso eu sigo bem direito as vossas leis,

Detesto todos os caminhos da mentira!

 

4.Maravilhosos são os vossos mandamentos, eis, porque meu coração os observa!

Vossa Palavra, ao revelar-se, me ilumina,

Ela dá sabedoria aos pequeninos!

 

*****

 

Atualidades

 

21 de julho: o Dia da EDUCAÇÃO!

Uma data para ser comemorada para sempre!

 

Entenda o novo Fundeb,

aprovado na Câmara dos Deputados

 

O principal objetivo do fundo é promover a redistribuição dos recursos vinculados à Educação Básica

                                       Por Juliana Morales

 

<<Foi aprovado em duas votações, na Câmara dos Deputados, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para renovar o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação). No primeiro turno, foram 499 a favor e só 7 contra a proposta – muito mais do que os 308 necessários. Na segunda votação, foram 492 a  favor e 6 contrários. Agora, o tema segue para o Senado. A proposta prevê um aumento escalonado da participação da União dos atuais 10% para 23% em 2026.

 

Mas o que é o Fundeb?

O Fundeb está em vigor desde janeiro de 2007, após substituir o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), que existiu de 1997 a 2006. Ele tem como principal objetivo promover a redistribuição dos recursos vinculados à educação básica, da creche ao ensino médio, dos estados, Distrito Federal e municípios. Isso inclui desde reformas em escolas até salário de professores. O dinheiro é especialmente importante para os estados e municípios que não conseguem investir nem o mínimo exigido por aluno.

Levando em consideração o desenvolvimento social e econômico, a União distribui recursos nas regiões nas quais o investimento por aluno seja inferior ao valor mínimo fixado para cada ano. Essa distribuição considera as matrículas nas escolas públicas e conveniadas, apuradas no último censo escolar realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).>>

 

Um dos pontos mais positivos é a destinação de 5% do FUNDEB para a Educação Infantil.

 

E o mais positivo de tudo: o FUNDEB, de agora em diante, é constitucional!

 

 

 

 

DOWNLOAD DO ARQUIVO →